Qual é o papel da criatividade na inovação?

A criatividade e a inovação ajudam a desenvolver novas formas de melhorar um produto ou serviço existente para otimizar o negócio. Isso também permite que os empreendedores pensem fora da caixa e além das soluções tradicionais. Através desta oportunidade, surge uma ideia nova, interessante, potencial e versátil. Existem muitos problemas enfrentados pelo nosso mundo, desde pequenos inconvenientes diários até grandes desafios econômicos.

A estabilidade e o sucesso futuros dependem de as gerações mais jovens adotarem a criatividade e a inovação para criar as soluções necessárias para impulsionar nosso mundo. A criatividade é vital em quase todos os setores e ocupações, e as empresas estão procurando ativamente pessoas inovadoras que possam comunicar suas ideias de forma eficaz para promover maior produtividade e promover os negócios. No entanto, promover o pensamento imaginativo geralmente começa com a cultura corporativa de uma empresa e sua abordagem em relação à inovação, colaboração e reconhecimento. Vamos explorar a importância da criatividade e inovação nos negócios e maneiras de colocar esses conceitos em prática.

Um caminho para conseguir isso é implementar um fórum aberto semanal com foco na importância da criatividade e inovação nas operações de negócios. Através deste fórum, todos os membros da equipe são convidados a compartilhar ideias gerais sobre um projeto ou iniciativa, dando ao processo inúmeras perspectivas. Isso não quer dizer que cada ideia será ótima, mas com conversas e sugestões suficientes, provavelmente haverá uma ideia que pode ser construída sobre. Além disso, os funcionários verão os benefícios da criatividade e da inovação nos negócios, o que pode despertar seu interesse em encontrar novas maneiras de alcançar objetivos.

Kimberly Weller, professora assistente da Knight School of Communication da Queens University of Charlotte, enfatizou a importância da criatividade e inovação nos negócios. Outro método comprovado que ajudará as empresas a inspirar soluções criativas é defender que os funcionários continuem seus estudos. Por exemplo, o currículo do Master of Arts em Comunicação no Queens incorpora uma miríade de tópicos, como networking, desenvolvimento de habilidades criativas de comunicação e pensamento inovador. Também investiga como os indivíduos podem entender a importância da criatividade e da inovação nos negócios à medida que constroem o conhecimento para atingir todo o seu potencial.

Assim, os funcionários podem explorar abordagens novas e tradicionais e aprender a promover relacionamentos autênticos e colaborativos no local de trabalho. Esse processo também pode renovar a confiança e a paixão por um emprego e talvez abrir novas possibilidades para uma transformação na carreira. Se você for criativo, provavelmente poderá fazer todo tipo de coisa com a mente e as mãos. Você pode escrever poemas, pintar belas pinturas ou criar desenhos interessantes de arte em papel quilling.

Mas isso significa que você é um inovador? Não. Bassett-Jones (199), examinando a inter-relação entre diversidade, criatividade, inovação e vantagem competitiva, define um produto criativo como aquele que a) tem novidade, b) é apropriado na situação para a qual foi criado, c) é público em seu efeito, e d) obtém um benefício percebido. Além da avaliação do nível de criatividade dos funcionários, os entrevistados também foram solicitados a avaliar as mudanças ocorridas nesse sentido nos últimos três anos. Infelizmente, metade dos entrevistados afirmou que não houve mudanças significativas no nível de criatividade dos funcionários.

Quando você olha dessa maneira, a criatividade é crucial para escritores, pintores, músicos e outros tipos de artistas. Dito isso, ser criativo como líder e gerente requer uma compreensão de maneiras comprovadas de inspirar os trabalhadores a pensar fora da caixa para resolver problemas. O presente artigo apresentará e discutirá a correlação entre o desenvolvimento de info-estrutura externa por SMTEs (pequenas e médias empresas turísticas) (visando a facilitação de fluxos de informação entre a organização e entidades externas) e a criatividade de seu pessoal. No presente estudo, o objeto de investigação mais profunda foi a associação de suporte de TI para cooperação e colaboração com entidades externas no desenvolvimento de novos produtos, serviços e conhecimentos aplicados por empresas de turismo e o nível de criatividade de seu pessoal.

Obviamente, a produtividade pode diminuir inesperadamente às vezes, então pense na criatividade e na inovação não como pontos finais, mas como compromissos contínuos. Portanto, a criatividade é uma fonte de inovação, e seu desenvolvimento é fomentado por uma cultura organizacional adequada de uma organização que deve estar aberta a quaisquer mudanças e novas idéias de seus funcionários, aceitar o direito de cometer erros e se preparar para assumir um risco relacionado à criação de um novo valor de inovação corrente. Para garantir que as ações criativas sejam tomadas em grande escala e resultem em inovações, é necessário ter certas condições que incentivem as pessoas a pensar dessa maneira — “uma atmosfera de criatividade, sem a qual não há chance real de aplicar ações de inovação e fazê-las durar. A criatividade é crucial para as empresas de hoje, especialmente quando o mercado depende de tecnologia inovadora e inovadora.

Nos últimos anos, a criatividade parece ser um aspecto significativo nos processos de iniciação, realização e comercialização no mercado de inovação. A criatividade e a inovação levam a um maior sucesso geral nas organizações, ainda mais do que a inteligência bruta. Um modelo da cultura organizacional da Toyota prefere a criatividade e, eventualmente, a inovação que está estritamente conectada com a filosofia japonesa do Kaizen, com foco em uma abordagem para a melhoria contínua de todos os processos dentro de uma organização. .

Cris Lindner
Cris Lindner

Facilitadora de inovação dirigida pelo design. Inventora com foco em design thinking, gamification e tecnologias para o desenvolvimento da inteligência criativa. Designer bacharelada pelo Mackenzie a 20 anos, 10 anos como Neuro Experience Designer, tendo trabalhado com grandes marcas e projetos de diversos segmentos, como Coca-Cola, Globo, Intel, Bradesco e muitas outras. Designer de Ideias e Designer de Futuro, especializada pela USP em Gestão da Inovação, MIT em Design Thinking e MBA em Brading pela Rio Branco.42 anos de história, com muitas aventuras e experiências de uma vida que faz mais sentido dia a dia… Após esses 20 anos ajudando grandes marcas a se conectarem com seus públicos, oriento meus esforços para ajudar pessoas a encontrarem sua verdadeira originalidade, trabalharem seu propósito maior e refinarem sua utilidade … depois de ter dedicado os últimos 10 anos na Innovati, por meio de PD&I, NX e NUX, para conquistar formas mais fáceis de PENSAR e evoluir o poder CRIATIVO humano, traduzido em melhores planos e decisões sobre o que FAZER, ou como AGIR, mas principalmente se conectarem com seu SENTIR e para viverem o seu SER MAIOR. E assim, foi através de uma teoria original epistemológica que pudemos criar o Hack do Insight, tornando a criatividade acessível a todos os perfis de mentes humanas, que precisam principalmente tomar decisões mais rápidas de forma assertiva e ter ideias inovadoras e disruptivas livremente, com confiança e a qualquer momento.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *